Bem vindo ao Cá Prá Nós!

É com prazer que apresentamos o Cá Prá Nós, uma iniciativa de divulgação das ações da TIJUPÁ e das principais notícias e articulações dos campos da Agroecologia, Economia Solidária, Reforma Agrária, Segurança Alimentar, entre outros temas. O Cá Prá Nós é uma versão on line do informativo impresso da TIJUPÁ que circulou no início dos anos 90.
Esperamos que gostem!
Equipe da TIJUPÁ

29 de jun de 2012

Prefeito é acusado de mandar envenenar roças de trabalhadores


Comunidade Arame,  município de Pirapemas-MA denuncia prefeito Eliseu Moura por crime Ambiental e Social.

 Prefeito de Pirapemas,Eliseu Moura
 
Cerca de 200 famílias camponesas da comunidade Arame,  Município de Pirapemas-Ma tiveram suas roças envenenadas por ação criminosa comandada pelo prefeito e latifundiário Eliseu Moura, em março deste ano.
A denúncia foi recebida pela CPT-MA durante Encontro da Comunidade Quilombola de Salgado, em junho.
Os crimes iniciaram no ano de 2011. No período em que o va´rias famílias camponesas preparavam a  roça para o plantio anual, Eliseu Moura ordenou que um trator destruísse tudo. Após a destruição, Eliseu Moura usou um avião pulverizador, derramou veneno sobre a área de plantio das famílias e jogou sementes de capim.
Em março de 2012, o prefeito Eliseu Moura, em nova ação criminosa, destruiu roçados de 200 famílias camponesas, através do mesmo método: trator e envenenamento. Todas as famílias perderam suas roças de mandioca (velhas e novas), feijão, milho e arroz. Logo em seguida, um avião pulverizador despejou toneladas de veneno e sementes de capim nas margens do rio Peritoró, ocasionado um grande impacto ambiental na região.
Diante da revolta geral dos camponeses, o mesmo resolveu “indenizar” as famílias, com a mísera quantia de R$ 500,00 (Quinhentos Reais).
Eliseu Moura é acusado de mandar matar adversários, cometer atentado à bala contra jornalistas, envolvido também em desvio de recursos públicos. Tradicional aliado da Família Sarney, transformou, com outros latifundiários da região, Pirapemas em terra sem lei, e ainda é amparado pela máfia sarneysista.
São Luís -Ma, 26 de junho de 2012

Comissão Pastoral da Terra-MARANHÃO

Nenhum comentário: